Dicas do English Linker

Estude inglês por 1 hora

0
Please log in or register to do it.

Toda pessoa que inicia um curso, seja online, com professor ou em escola, geralmente diz: prometo que vou estudar 1 hora por dia! Mas é possível para alguém que não tem esse costume? Veja abaixo as dicas que geralmente dou para futuros alunos e pessoas que, sem necessidade de estar com professor de inglês, pretendem estudar 1 hora por dia.

Sem costume, sem chance!

Já digo que é impossível estudar 1 hora por dia se você não tem o costume de pegar um caderno e estudar sem se distrair ou mexer no celular ou ficar pensando na morte da bezerra. Das inúmeras tentativas de alunos que me prometeram estudar 1 hora por dia, sabe quantos conseguiram manter isso? Se 2 for muito… então antes de estipular essa meta, primeiro analise: eu já tenho costume de estudar algo e me debruçar sobre o assunto (independente do grau de desafio / dificuldade) por uma hora?

Comece aos poucos

A melhor maneira de você começar a estudar inglês é começar aos poucos. 5 minutos, e nem precisa ser por dia. Você precisa se acostumar a estudar, e nada melhor do que começar com 5, 10 minutos, de duas, três ou no máximo 4 vezes por semana. Se, durante 2 meses, você conseguir manter essa rotina, você aumenta gradativamente o período ou os dias que você vai estudar. Repito: se você não gerar esse costume de estudar aos poucos, suas chances de estudar por um período mais extenso será zero, porque você vai desistir no meio do caminho. É que nem uma pessoa que chega na academia e já quer começar um treino com carga máxima. Depois ela desanima porque ela não consegue suportar o peso e acha que não é preparada para aquilo, ou sofre uma lesão e precisa ficar afastada por um bom tempo até se recuperar.

Separe as habilidades que você vai aprender por dia

Quando aprendemos uma língua, como inglês ou espanhol, vamos lidar com habilidades diferentes, como pronúncia, leitura, escrita, compreensão e comunicação. A língua inglesa é muito peculiar pois quando você pronuncia uma palavra, ela é escrita de outra forma; quando você ouve um gringo falando, você pode não entender devido ao fato de que as palavras em inglês são “grudadas” e novos sons vão se formando; ao tentar se comunicar, se sua pronúncia não estiver correta, a mensagem pode ser passada de maneira errônea. Nesse caso, vale a pena tentar estudar pronúncia em um dia específico, praticar leitura em outro dia, desenvolver a habilidade escrita em outro, etc. Fazendo isso, você tem mais contato com a língua inglesa e gradativamente vai se acostumando a estudar efetivamente.

Faça revisão do que você aprendeu

Um dos maiores erros que vi de muitas pessoas ao estudar inglês é não fazer revisão. A empolgação de iniciar um curso, aprender inglês pra ontem, ou esperar que em um ano terá a fluência de se comunicar é tão grande, que quando os testes e provas aparecem, a pessoa não consegue lembrar do que foi explicado ou aprendido anteriormente.

Nos meus vídeos, eu sempre falo: assista esse vídeo novamente. E geralmente falo: assista depois de 2 ou 3 dias, pois assim você vai refrescar sua memória e atenção. Quando fazemos isso, utilizamos parte da “técnica de repetição espaçada”, que nada mais é do que fazer uma revisão com pequenas pausas para ver se você está conseguindo reter o que aprendeu alguns dias atrás.

Então lembre-se: aprendeu algum conteúdo novo? Anote, e depois faça a revisão, teste sua memória e veja se você está conseguindo manter essa informação à longo prazo. E jamais esqueça que a revisão é melhor maneira de saber se você lembra o que foi estudado, se você deu atenção necessária para um conteúdo específico ou se você já consegue utilizar aquilo que foi aprendido naturalmente.

Consuma conteúdos em inglês

Além de estudar, você pode se distrair um pouco consumindo conteúdos em inglês, como podcasts, filmes e séries. Uma pergunta muito comum que é feita para mim: “Assisto filme com legenda ou sem legenda”? Isso vai depender de como está seu vocabulário e gramática. Não adianta assistir tudo sem legenda se você não entender pelo menos o básico e conseguir lembrar daquilo que você aprendeu. Eu mesmo assisto filmes com legenda em português para aprender gírias e expressões que eu não conheço. Eu faço anotações e depois eu revejo para ver se eu lembro do que consegui aprender com o filme.

Em músicas, o legal é você praticar sua pronúncia e conectar todas as palavras, pois na música temos isso: o poder de tentar cantar todas as palavras grudadas e com uma velocidade que, para quem conhece ou não conhece a língua, é “rápida demais ou quase impossível de ser repetida”.

E os jogos? Não tenho nem o que falar né? A maioria dos meus amigos que jogaram aprenderam alguma coisa em inglês através dos jogos, e isso se deve ao processo de repetição espaçada (aquela técnica que mencionei anteriormente). Nos jogos (e até em séries) muitas frases são repetidas constantemente, e isso é um gatilho maravilhoso para o cérebro, porque, a partir do momento que você percebe uma frase sendo repetida mais de 3x, você busca a tradução e começa a aprender e praticar, de forma distraída e sem precisar lembrar da palavra “estudo”. Mas uma coisa não substitui a outra. Desconectar-se dos estudos é muito bom, mas esquecer ou ignorar que o processo de estudos é necessário é pular uma etapa extremamente importante de aprendizado.

Os podscasts são aliados dos alunos de nível intermediário e avançado, principalmente os podcasts que são totalmente em inglês, pois as conversas são mais fluidas e os tópicos discutidos podem ser inúmeros mediante a quantidade de podcast que existe. Eu conheço podcasts desde 2015, eu acho, e sempre ouvi para melhorar minha compreensão e trabalhar minha memória. Pra quem está começando, os podcasts que ensinam inglês pode ser uma boa para você começar a aprender um pouco de pronúncia, gramática e vocabulário.

Pratique inglês com outra pessoa

Aos que estudam por conta própria ou com professor particular, uma pessoa a mais poderá te ajudar a arriscar mais e ter menos medo de falar inglês. Seja um amigo ou através de aplicativos de conversa, isso pode facilitar (ou complicar) sua vida. Para quem em medo ou receio de se expor, infelizmente tenho uma notícia para te dar: alguma hora você vai ter que sair dessa para conseguir se destacar entre outros. Por isso que, na sua zona de conforto, seu professor particular ou amigo poderão te auxiliar nesse processo. Mas lembre-se: arrisque! Na internet existe muitas pessoas que utilizam os aplicativos de conversa para simplesmente conversar com outras (já vi relatos de americanos que fazem isso como forma de terapia – ou porque se sentem muito sozinhos, ou porque passam por depressão).

Tenha o auxílio de aplicativos

Eu não tenho nada contra o Duolingo, afinal é o aplicativo mais conhecido para quem que aprender inglês. Mas existem tantos outros com um sistema até melhor que eu indico para os alunos que, quando eles testam, eles ficam impressionados. Na minha área premium (à ser lançada em breve) você poderá ter acesso à vídeos e dicas desses aplicativos que menciono.

Altere o idioma do seu celular para inglês

Muito provável que você ficará um pouco perdido ao usar seu celular totalmente em inglês. Mas muitos programas que são usados para as pessoas trabalharem geralmente são em inglês. E muitos apps que são muito bons (minha área premium vai te mostrar isso) não tem tradução no português. Isso é uma imersão, e ela assusta um pouco, mas é o primeiro passo para você começar a ver tudo em inglês, principalmente através de uma tela que muito provável você esteja usando agora para ler esse post.

Tome cuidado com as distrações

Se você conseguiu chegar no final desse post sem se distrair, congrats! (parabéns!). You rock (Você arrebentou). Mas se isso não acontece enquanto você estuda, há maneiras de tentarmos trabalhar melhor sua concentração e atenção. E uma delas é estipular um horário específico e dias específicos para você estudar inglês e lutar contra a tentação de ficar vendo as notificações do celular quando elas aparecerem – principalmente das redes sociais.

Quando nos distraímos, perdemos o foco e a atenção ao detalhe. Eu já vi muitos alunos meus estudarem em horário comercial, mas estão sempre comigo em uma janela do navegador, e na outra parte da tela, está: a área de email, mensagens, programa que ele ou ela usa para trabalhar… E até um lindo tradutor para mostrarem pra mim que estão conseguindo montar frases. Eles acham que eu não sei, mas é nítido eu perceber quem se distrai facilmente.

Por isso, tome cuidado com as distrações, especialmente para aqueles que querem estudar inglês por uma hora. Use técnicas e métodos (como silenciar notificações de redes sociais no celular ou tentar usar a técnica de pomodoro, com poucos intervalos) para auxiliar você nesse processo para alcançar sua meta.

Vídeo – Como estudar inglês por uma hora de maneira efetiva

Oppenheimer
Barbie

Your email address will not be published. Required fields are marked *